V O C A L O I D
Você é fã de Vocaloid?
Gosta das músicas e dos personagens?

Então pra quê esperar?!
Junta-te a nós! 8D

V O C A L O I D

Fórum Português & Brasileiro dedicado a VOCALOID
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  Oriental DreamsOriental Dreams  

Compartilhe | 
 

 A Lenda do Herói

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Amëthysne
Lily
Lily
avatar

Feminino Mensagens : 1325
Idade : 23
Localização : Liotto
Emprego/lazer : Ser feliz :3 ~
Humor : Papara papa maga na sim, popi sim, popi sim... Papara, papa managa assim, papa magana sim, PA~PA~RÁ!

MensagemAssunto: A Lenda do Herói   Sab 02 Mar 2013, 14:51


Ficha Técnica:

Título: A Lenda do Herói
Gênero: Fantasy, Ação/Aventura, Medieval
Classificação Etária: vai variar de acordo com o capítulo
Escrita por: eu mesma u.u
Personagens: Leon, Lola, Meiko, Kaito, Miku Hatsune, Len & Rin Kagamine, Gakupo Kamui, Luka Megurine, Gumi, SF-A2 mikio, Lily, Mizki, Iroha Nekomura, Piko Utatane, Yuma, SeeU, Aoki Lapis e Haku Yowane [esses são todos os vocaloids que aparecerão, eles terão nomes diferentes como nas músicas, eu irei os adicionar a cada cap, conforme forem aparecendo]
Sinopse: Uma garota de uma vila de pescadores. Um reino inteiro sendo atacado. Um mundo correndo perigo. Um demônio vindo a tona. e Uma promessa, de um herói que irá salva a todos
Notas da autora: Fic criada originalmente para o concurso, mas não deu tempo de terminar e como eu gostei da história.. vou continuar escrevendo-a :3 Também tou postando no nyah


pv ilustrativo, que me ajudou a construir a história/a ter inspiração <3


Última edição por Amëthysne em Ter 05 Mar 2013, 07:04, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Amëthysne
Lily
Lily
avatar

Feminino Mensagens : 1325
Idade : 23
Localização : Liotto
Emprego/lazer : Ser feliz :3 ~
Humor : Papara papa maga na sim, popi sim, popi sim... Papara, papa managa assim, papa magana sim, PA~PA~RÁ!

MensagemAssunto: Re: A Lenda do Herói   Sab 02 Mar 2013, 15:17

Classificação Etária: Livre
Personagens: Michelle [Miku Hatsune]

prólogo:
A garota da vila

"Há muito tempo atrás, no mundo assolado sob trevas, um herói surgiu, banindo toda a escuridão para o mundo inferior. O ciclo se repete... e quando o mundo estiver novamente envolto em tevas, um novo herói nascerá."

O véu da noite cai pesado fora dos arredores castelo, onde a iluminação é pouca e não há muitas lâmpadas espalhadas pela cidade, só alguns poucos postes espalhados em pontos estratégicos iluminando o redor, com sua luz mágica a cidade brilha em um tom prateado imitando a lua cheia. Porém, o brilho de lua da cidade não é tão revelador quanto o brilho do sol e não consegue identificar todos os habitantes que vem e vão. E um deles em especial, faz questão de evitar o máximo as luzes e assim olhares curiosos alheios, trajando um longo capuz onde só se é possível ver seu nariz e boca (possivelmente os de uma mulher), que carrega consigo o que parece ser um bolo de panos no colo, não identificável pelo escuro da noite e pela preocupação em não revelar-se do transeunte.

Um pouco tempo depois, de pressa e várias olhadas para trás para ter a total certeza de não estar sendo seguido, o encapuzado para a alguns metros da cidade, onde estando somente iluminado pelo brilho da lua, avista dois homens montados a cavalo e uma terceira pessoa em pé, que retira o embrulho das mãos dele e subindo na garupa de um dos cavaleiros, faz um sinal para o primeiro, que ficou e prossegue com os outros. Algumas lágrimas brilham no rosto da pessoa encapuzada, que sem a pressa de secá-las, volta correndo e com ainda mais pressa, de onde veio.

A garota acorda com o pulo de um gato malhado em seu colo, o gato mia para ela e logo pula no chão e vai embora. Ela esfrega os olhos verde-água e se espreguiça, sentado-se se na cama e esticando bem alto os dois braços, ela olha ao redor, é só aquele seu velho quarto, com as paredes e os móveis de madeira; a sua primeira adaga pendurada à parede, junto das demais espadas; o criado mudo com uma foto dela junto da família, do lado da cama; um tapete de pele de yeti no chão; o armário com várias cicatrizes de treinamento e um pufe felpudo do outro lado, que os gatos usam frequentemente como cama. Ela levanta-se da cama, empurrando todos os lençóis coloridos e cobertas para um lado e sacode bem, de um lado para o outro a sua cabeleira verde-água, os fios finos, uma franja repicada na frente e caimento até os quadris. "Aquele sonho de novo..." ela pensou enquanto abria a janela e as longas cortinas de um barato tecido vermelho, deixando o brilho do sol iluminar todo o seu quarto e a sua blusa branca e short colorido, de dormir.

- Michelle, levanta logo que estou terminado de preparar o café e seu pai já deve estar voltando junto com seu irmão. - uma voz feminina vinha do andar de baixo, enquanto a garota prendia os seus cabelos em duas longas marias-chiquinhas, usando um elástico vermelho. - Só tou me arrumando, mãe! - a garota fecha a porta do armário, do espelho cheio de conchinhas em volta, onde se olhava e termina de por o cinto em sua bermuda marrom, ajeita a longa blusa branca, colocando uma blusa azul escuro por cima e calçando as suas chinelas do mesmo marrom da bermuda, saí do quarto, descendo as escadas apressadamente.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Amëthysne
Lily
Lily
avatar

Feminino Mensagens : 1325
Idade : 23
Localização : Liotto
Emprego/lazer : Ser feliz :3 ~
Humor : Papara papa maga na sim, popi sim, popi sim... Papara, papa managa assim, papa magana sim, PA~PA~RÁ!

MensagemAssunto: Re: A Lenda do Herói   Sab 09 Mar 2013, 12:55

Classificação Etária: 12 anos
Personagens: Lilianne [Lily]; Caitlyn Irén Natalie de Guildersleeve [Iroha Nekomura] e Millard Addam Filbert de Guildersleeve [SF-A2 mikio]

capítulo um:
Uma fantasia não tão perfeita assim

É o começo de mais um dia no castelo e as empregadas estão a mil na cozinha, correm de um lado para o outro, pegam coisas nos armários, as cozinheiras estão com o café quase pronto e já estão pensando no almoço. Uma dessas empregadas, uma jovem com longos e finos cabelos louros e um par de brilhantes olhos azuis, dá as últimas batidas para afastar a poeira do seu uniforme, um vestido longo azul com saia parcialmente drapeada no comprimento, mangas grandes e largas, em v na frente, onde é possível ver um tecido branco por baixo, com linhas cruzadas sobre ele; ajeita a sua touquinha que serve mais de enfeite pois mal cobre-lhe os cabelos e corre, passando pelos corredores estreitos e mal acabados do subterrânio, pelos corredores enfeitados de luminárias e estátuas da parte superior do castelo e sobe um lance de escadas não tão a vista quanto os do salão central. Depois de algum tempo ela para em frente a uma porta enorme e toda encrustada de pequenas jóias e se arruma mais uma vez.

- Vossa Alteza Caitlyn Irén Natalie? Está na hora de acordar, em pouco tempo as outras empregadas já virão vesti-la. - bateu de tão leve a porta que seria muito incrível que alguém tivesse ouvido. - Lilianne? Pode chama-las pois já estou acordando e já disse que não precisas chamar-me de tal forma, basta senhorita e o meu nome. - a voz fina e doce de uma garota que ainda estava no frescor da adolescência, saíu do quarto. Houve uma confirmação com a voz da outra "Certamente, senhorita", que logo saiu.

O quarto era enorme, tinha dois andares e uma escada lateral, o segundo andar não ocupava todo o local, sendo cercado por uma grade dourada; na parte de baixo um tapete vinho com mesa e cadeiras acolchoadas, prateadas de um lado e uma grande penteadora rosa bem claro, do outro; nas paredes um papel de parede branco enfeitado com dourado e no centro do segundo andar uma cama maior que uma de casal, cheia de travesseiros, lençóis, almofadas e um grande mosquiteiro cobrindo tudo, todos eles em tons de rosa. A princesa deitada sobre ela, com seus longos cabelos entre cor de pêssego e rosa, soltos e seu par de olhos amarelados encarando o teto.

Não demorou muito para chegarem mais duas empregadas, vestidas igual a primeira, carregando em suas mãos roupas e sapatos. A princesa se levantou coçando os olhos, assim sendo visível a sua longa camisola rosa de mangas compridas e abriu os braços para que pudesse ser vestida, onde as empregadas rapidamente botavam um longo vestido, tirando a camisola, a maquiavam, penteavam os cabelos e punham os sapatos, tudo com toda a pressa que deveria se ter para tratar da família real. E quando estava quase pronta, um garoto um pouco mais velho do que ela, entra correndo pela porta sem nem se preocupar com nada.

- Irmã você precisa ver isso! - o jovem com os curtos e repicados cabelos rosa alaranjados, além de uma mecha rebelde dobrada pra cima e olhos da mesma cor, ainda tinha estranhas tatuagens que o fazia parecer com pele de boneca, cheia de articulações, parecia tão nervoso que ainda estava com seus largos pijamas brancos, tanto bagunçados quanto a sua blusa aberta onde era possível ver seu peito nú, evidenciavam isso. Mais três empregadas que o seguiam, pararam próximo a ele, mas sem entrar no local.

- Millard, será que você... - a garota poem a mão a testa. - ...é tão tarado, a ponto de entrar no meu quarto sem nem bater a porta? E olha essas suas roupas! Você não pode sair pelo castelo assim oras. Nem se vestiu ainda! - ela batia o pé e apontava com a mão, enquanto fazia cara feia, o que parecia mais uma criancinha fazendo birra.

- Vossa Alteza Millard Addam Filbert?! - Todas as empregadas que ajeitavam a moça, se levantaram, mas quando o viram ainda com roupas de dormir, abaixaram os rosto. Todas, menos Liliane que terminava de fechar a parte de trás do vestido da princesa.

- Ah... Certo... Certo... Pense o que quiser, mas não é por isso que eu vim aqui e muito menos o que vim te dizer. Aliás eu já vou me vestir também... - ajeitou os cabelos para trás - É algo importante. - ele parou e suspirou, todas no recinto pareciam curiosas sobre o que tinha para falar. - Eu ouvi dizer que o tal selo quebrou, todos no castelo estão em alvoroço, inclusive mamãe e papai. Eu não sei ao certo o que acontece com isso, mas parece que todo mundo já era! - todas as empregadas o olharam espantadas, Lilianne engoliu a seco e Caitlyn estava com uma expressão confusa no rosto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Lenda do Herói   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Lenda do Herói
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» E uma lenda se vai...
» 1700cc Lenda urbana..
» O caso do Ogre muito nabo salvo pelo espírito motero
» Lenda Mineral x Sintético
» XT 600 Z Ténéré (1983 - 1991)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
V O C A L O I D :: OFF - :: Fanfics-
Ir para: